Boletins
Novidades

Empresas bem sucedidas têm suas normas estabelecidas

As empresas do século XXI estão cada vez mais buscando por tendências e mudanças no seu meio corporativo como forma de responder as rápidas transformações que a globalização, a ciência, os avanços tecnológicos e a revolução 4.0.

Cabe mencionar que embora ocorram grandes interferências na arte de administrar e gerenciar empresas e pessoas, vale destacar que as instituições e os colaboradores devem primar por uma sociedade mais igualitária, humanizada e, acima de tudo, sustentável. Com base nisso, verifica-se que as empresas trabalham sobre um forte teor de normas, regulamentos e sanções administrativas para estabelecer uma convivência harmoniosa entre colaboradores e empregadores.

Estabelecendo, portanto, um regimento interno como forma de implantar um ambiente saudável e harmonioso entre todos os envolvidos. Para RRV Advogados [s/d], o regimento interno é “o documento é essencial para o bom funcionamento do negócio e para dar mais clareza aos funcionários sobre os processos e rotinas internos”.

Vale lembrar que o mesmo deve ser criado, respeitado e mantido com base nas leis trabalhistas e segundo a missão, os valores, visão e o planejamento estratégico da empresa. Segundo CWR Online [s/d], “é possível estabelecer o que é esperado do funcionário no ambiente de trabalho, evitando possíveis constrangimentos e tendo embasamento para aplicar advertências ou elogiar a conduta”. De acordo com esse pensamento, é válido destacar que:

A lei confere à empresa o poder normativo, como consta no art. 444 da CLT, ressalvando, entretanto, a impossibilidade de criação de normas que sejam contrárias à lei, aos instrumentos normativos e aos atos das autoridades competentes. O regulamento deve ser redigido de forma clara e objetiva, de preferência com o apoio de um consultor jurídico experiente. A empresa deve disponibilizar o arquivo para todos os funcionários, garantindo sua leitura e seu cumprimento ( RRV Advogados, [s/d]).

Normas e condutas dentro das empresas

O meu posicionamento quanto as normas e condutas dentro das empresas é que sou favorável ao regimento interno como forma de solucionar os vários problemas das organizações para que todos possam agir eticamente e moralmente em uma sociedade cada vez mais caótica e desumana.

Para que todas as normas, regulamentos e sanções possam ser estabelecidos de forma criteriosa e justa devem ser construídas por todos, não deve ser imposto de forma alguma e sim conscientizar os membros em coletividade através de palestras, cursos e treinamentos criando assim uma filosofia pautada em um embasamento humanitário regido por uma convivência harmoniosa e respeitosa entre todos os envolvidos, devendo a empresa acolher, respeitar e valorizar seu colaborador, como aponta Santos ( 2021) ao afirmar que:

O funcionário é um bem da empresa, é o capital intelectual e, portanto, deve ser valorizado como um patrimônio da mesma. Um profissional quando é bem remunerado e valorizado por seu talento, sua personalidade e singularidades, ele produz mais e cada vez melhor, sendo assim uma pessoa mais feliz, sendo reconhecida por suas competências, habilidades e atitudes.

Nesse sentido, as empresas para humanizar e tornar-se sustentável devem conhecer seu colaboradores que são cidadãos, que através de seus direitos e deveres, precisam cultivar e consolidar cada vez mais o amor, solidariedade, a ética, a moral, os valores, a empatia, a fraternidade, os princípios da cidadania, dentre outros aspectos. Lembrando que para uma empresa seja cada vez mais humanizada e sustentável é necessário que:

Saiba analisar o novo cenário onde atua ou pretende atuar. Que identifique e analise quais serão suas reais oportunidades e ameaças como também os desafios e mudanças. Para que as organizações em pleno século XXI possam vencer todos os obstáculos com autonomia. Por meio de uma postura resiliente, se perpetuar no mercado com liderança, qualidade, eficácia, competitividade e com total sustentabilidade ( SANTOS, 2017).

Portanto, as empresas da atualidade devem recrutar, selecionar e reter seus talentos com sabedoria, focando em competências socioemocionais, sem esquecer as hard skills, com base nas mais relevantes soft skills como destaca Santos ( 2021) ao apontar que as mesmas são:

“São competências comportamentais, habilidades e atitudes, dentre elas: inteligência emocional, flexibilidade, liderança, comunicação, trabalho em equipe, negociação, etc”.

Com estas características, empregadores e colaboradores terão mais felicidade, sucesso e muito mais resiliência em suas relações interpessoais e nos seus empreendimentos.

Agora que você já sabe das normas e regulamentos estabelecidos através de regimento interno, que tal aprofundar seus conhecimentos com o nosso artigo sobre 4 maneiras de fazer a transformação digital nas empresas?

REFERÊNCIAS

CWR Online. A importância das normas de conduta para colaboradores. [s/d]. Disponível em:. Acesso em: 29/03/2022.

RRV Advogados. Regulamento interno: para que serve e por que é tão importante?.[s/d]. Disponível em: . Acesso em: 31/03/2022.
SANTOS, Lucília. Os novos desafios da gestão de pessoas (2017). Disponível em: . Acesso em: 30/03/2022.
______. A tecnologia e o mercado de trabalho: o profissional do futuro (2021). Disponível em: . Acesso em: 31/03/2022.

______. Em tempos de crises, a melhor alternativa é valorizar o colaborador ( 2021). Disponível em: <https://www.rhportal.com.br/artigos-rh/a-melhor-alternativa-e-valorizar -seu-colaborador/. Acesso em: 01/04/2022.

Este conteúdo foi desenvolvido pela por Lucília Santos*

*Master Coach Trainer e Especialista em Coaching de Excelência. Formações Internacionais em Business Trainer Essentials, Formação Missão Trainer e Formação Treinador Comportamental pelo Instituto Lyouman e Professional e Self Coaching, Leader Coach, Analista Comportamental e Analista em 360º pelo IBC. Formação em Master Trainer Empresarial em Gestão do Tempo e Produtividade pelo Eto Institute, Formação de Mentores pelo Instituto Vida Fera e Mentoring pelo Instituto Holos de Qualidade.

Coautora do livro ” O sentido e a busca da felicidade” da Editora Conquista e escritora do E-book Superdicas para alcançar suas metas com sucesso pela Hotmart. Graduada em Coaching e Mentoring, Pedagogia e Psicopedagogia aplicada à Educação. Especialista: MBA em Liderança e Coaching, Neuropsicologia, Psicopedagogia Clínica, Institucional e Hospitalar, MBA em Gestão de Recursos Humanos e Neuropsicopedagogia Clínica.

Fonte: Portal RH

O post Empresas bem sucedidas têm suas normas estabelecidas apareceu primeiro em Informativo Empresarial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Férias Vencidas: O que diz a legislação e quais as medidas

Férias Vencidas: O que diz a legislação e quais as medidas

Férias Vencidas: O que diz a legislação e quais as medidas

logo-png-280x120

A Cofins assessoria contábil é referência na prestação de serviços contábeis com histórico de eficiência e competência na consultoria

Receba nosso Boletim

Leave this field blank

Escritório

Organização Contábil Confis S/S
CNPJ 43.049.782/0001-66
Rua Julia Izar, 28 – Tatuapé SP 

CEP 003318-030